ANO INTERNACIONAL DA BIODIVERSIDADE II



A semana passada, a Rita , do 6º C, trouxe para a aula uma lenda da Venezuela e leu-a na aula de Estudo Acompanhado.Trata-se de uma lenda muito bonita e bastante colorida, que vos deixo aqui para todos conhecerem e que se integra bem neste tema da Biodiversidade.




A COBRA ARCO-ÍRIS


No início todas as aves do Mundo tinham penas cinzentas, sem uma única pluma colorida. Elas não se importavam nada de serem cinzentas. Um dia o corvo-marinho encontrou uma cobra morta à beira de um lago, com metade do corpo dentro de água. Era uma cobra arco-íris, com muitas cores vivas nas suas escamas brilhantes.
O corvo-marinho saltou para dentro de água e puxou a cobra para terra com o bico.
- Olha o que eu encontrei – disse a um pintarroxo que tinha parado à beira do lago para beber. – deve ter caído do céu.
O pintarroxo saltitou para junto da cobra para olhar para ela.
- Que cores encantadoras – suspirou ele. – Se eu tivesse uma destas cores nas minhas penas parecia um rei.
- Olha! – exclamou o corvo-marinho. – Algum do amarelo da cobra passou para o teu peito. Tens razão, agora pareces mesmo um rei.
O pintarroxo admirou o seu reflexo na água por um momento e depois levantou voo a chilrear:
- Olhem para mim! Olhem para mim! Já não sou cinzento!
Num abrir e fechar de olhos as margens do lago estavam repletas de aves de todos os tamanhos e feitios.
- Também quero algumas cores!
- Eu quero ser azul!
- Eu quero ser verde!
A íbis ficou com algum escarlate na plumagem. O tucano debateu-se pelo amarelo. O papagaio arrebatou algum verde e cor-de-laranja. O noitibó serviu-se de algum castanho e a garça cobriu-se de um branco espantoso.
O pintarroxo reparou que o corvo-marinho se limitava a observar a cena impávido, ainda cinzento.
- Não vais pegar em algumas cores? – perguntou – lhe confuso. – Afinal de contas foste tu quem encontrou a cobra.
- Sim, quando todos se tiverem servido – respondeu o corvo-marinho. – Não gosto desta confusão.
O sábio corvo-marinho esperou pacientemente até todas as aves terem partido a tagarelarem entusiasmadas e a exibirem as suas cores. Depois voltou a inspeccionar a cobra arco-íris. Não restavam muitas cores – aliás só sobravam algumas pintas brancas que a garça não tinha alcançado.
- Perdeste a oportunidade – disse o pintarroxo com tristeza. – Devias ter escolhido a tua cor preferida antes dos outros terem chegado.
- Não me importo de ficar com o branco – disse o corvo-marinho. – Afinal de contas não são as cores que fazem a ave e sim os seus pensamentos e acções.
O pintarroxo viu o corvo-marinho afastar-se a voar e, maravilhado perante a sabedoria da ave, prometeu a si próprio tentar seguir o exemplo do corvo-marinho. Apesar de estar deliciado com o seu novo peito amarelo!
As florestas da Venezuela estão cheias de aves de cores maravilhosas mas o nobre corvo-marinho ainda cinzento, com apenas algumas pintas brancas nas asas.
Livro – «Volta ao Mundo em 80 Histórias»
Autor – Saviour Pirotta
Ilustrador – Richard Johnson

Recolha feita por: Rita Nunes Campos, nº 26 - 6º C

9 comentários:

Anónimo disse...

Olá professora!!! É a Rita e estou bastante contente por a minha lenda estar no seu blogue.
Obrigado , Rita 6ºC

jardimdasletras disse...

Viva, Rita!
Podes dizer "o nosso blogue", pois embora ele seja gerido apenas por mim, é construído por todos vós, meus alunos, com os vossos trabalhos, e também com a comunicação que se estabelece com outros colegas e amigos- alunos e professores de outras escolas, nomeadamente a Conde de Oeiras, a professora Lourdes e os seus alunos. (Esta parte do meu comentário dava para fazermos uma revisão da classe e subclasses dos determinantes e dos pronomes pessoais... Quem se atreve ? Eh eh!)
Quanto à lenda que recolheste,ela "caiu do céu", como a cobra arco-íris, que é como quem diz...veio mesmo a propósito! : ))
Beijinhos!
Lígia

Anónimo disse...

Olá outra vez professora!!! Realmente o blogue é feito por toda a gente que por aqui deixa uma flor ... ou duas de vez em quando neste jardim maravilhoso....

Beijinhos!!

Rita do 6ºC

Francisca disse...

Olá professora!
Passei por o jardim antes de ir almoçar e concordo com o que a professora disse à Rita e também com o que a Rita disse...
No fundo este blogue é feito por todos...
Kika 6ºC

jardimdasletras disse...

E eu prezo muito o vosso contributo.É bom verificar que já houve quem fosse pesquisar...
Um beijinho, Francisca.
Lígia

Saviour Pirotta disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
jardimdasletras disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rita e Francisca 6ºC disse...

OLÁ!!
Professsora estamos fascinadas com o comentário do próprio autor( Saviour Pirota), é realmente fenomenal o autor ter encontrado o blog e tido intresse em comentar...
Ainda não acreditamos nisto....
Até manhã Francisca e Rita 6ºC

jardimdasletras disse...

Pois é, Rita e Francisca, também para mim foi uma coisa inesperada. Até pensei que fosse brincadeira...espero que não! O senhor tem também um blog e isto da blogosfera é um pequeno mundo de comunicação!
Já andei a pesquisar sobre o autor, obra, local onde reside ( que é Património Mundial da Unesco ) e história de vida. Muito interessante!
Também acabei agora mesmo de fazer o vosso próximo teste...Ainda está quentinho... Toca a estudar, sim?
Beijinhos e até amanhã!
Lígia