MÊS DE ABRIL.... POEMAS MIL....

Imagem : pintarletras.blogs.sapo.pt/arquivo/chuvada.jpg




Com os dias de novo a ficarem cinzentos ( muito cinzentos mesmo…) só um bocadinho de “poesia à chuva” vem a propósito.

PINGOS DE CHUVA

Caem, gordas
sonoras,
monótonas pingas de chuva.
- espaçadas –
e indolentes
vão marcando uma toada:
ping pang- ping pang,
as pingas
da chuva de Outono pardo-
Espapaçada
a terra mole absorve
as vagas de chuva densa
que lenta
vai caindo,
em pingas grossas
sonoras.
E ao cair,
a chuva bate o compasso
com o som de um contrabasso
ping…
pang…
ping…
pang…

Adolfo Casais Monteiro



LOAS À CHUVA E AO VENTO

Chuva, porque cais?
Vento, aonde vais?
Pingue…Pingue…Pingue…
Vu…Vu…Vu…

Ó vento que vais,
Vai devagarinho.
Ó chuva que cais,
Mas cai de mansinho.
Pingue…Pingue…
Vu…vu…


Muito de mansinho
Em meu coração.
Já não tenho lenha,
Nem tenho carvão…
Pingue…pingue…
Vu…vu…

Que canto tão frio,
Que canto tão terno,
O canto da água,
O canto de Inverno…
Pingue…


Que triste lamento,
Embora tão terno,
O canto do vento,
O canto de Inverno…
Vu…

E os pássaros cantam
E as nuvens levantam!

Matilde Rosa Araújo


CANÇÃO DA CHUVA

Bate a chuva, tic…tic…
Nas vidraças da janela,
Canta a chuva, tic…tic…
Que linda canção aquela!

Tic…tic…tic…tic…
Que linda canção aquela
De meninas ao despique:
- Qual de nós será mais bela?

Meninas a fazer meia
Com as nuvens de novelo,
nenhumas delas é feia!

Tic…tic…tic…tic…
Tenho um medo que me pelo,
Que alguma delas me pique.

António de Sousa

1. Em relação aos poemas anteriores, descobre qual o recurso expressivo que está presente em todos.
2. Achas que a intensidade da chuva é a mesma em todos os poemas? Tenta explicar a diferença.
3. Se quiseres, faz uma pesquisa e leva para a aula alguns poemas que falem do SOL.


imagem: bellsblog.files.wordpress.com/2009/02/sol.jpg

5 comentários:

Lourdes disse...

Olá!
Se os teus alunos levarem poemas do Sol para aula, os meus alunos virão aqui roubá-los para os integrarmos no Ano Internacional de Astronomia
beijinho Lourdes

jardimdasletras disse...

Está combinado. Vamos ver se eles se entusiasmam... Com o tempo de chuva têm ficado muito tempo em casa e não têm passeado no Jardim...

Beijinhos

Anónimo disse...

oi professora tudo bem daqui é a tania e queria dizer que cada dia que passa este jardim esta mais bonito e brilhante.
eu acho muito engraçado o poema de Antonio Sousa .espero que continue com este trabalho !!!


beijinhos
Tania Barros!

Anónimo disse...

olá professora, passei por este jardim e acheio bastante florido, e o tempo tambem está uma maravilha, está sempre cheio de novidades. beijocas da Margarida Paula 5ºC

Lígia disse...

Olá Margarida! E leste os artigos mais recentes? Já foste ver a exposição? Com o tempo tão incerto é um bom programa de Domingo...
Beijinhos e até amanhã!