Foto: www.malhatlantica.pt/.../cnaturais/selva.jpg

MODELOS DE ESCRITA - O Episódio

O episódio é um modelo de escrita que vive, essencialmente, da narração e do diálogo.

Na aula, trabalhámos este modelo, começando os alunos por contar, oralmente, alguns episódios a que tivessem assistido ou que se tivessem passado com eles.

Depois, passámos ao texto escrito. A partir de uma história que relatava uma ida ao Jardim Zoológico, os alunos tinham que reconstituir a parte truncada.

Aqui vos deixo algumas dessas histórias.


A castanho, o início e final do texto truncado. A verde, os textos dos alunos Sebastião Barata, Miguel Lino, Nuno Roberto e Bohdan Havrylyuk .

Relato de um Episódio no Jardim Zoológico

A viagem correu sem percalços. Finalmente, chegámos ao Jardim Zoológico de Lisboa. A nossa visita tinha como objectivo conhecer alguns animais de que nos falavam as fábulas.
Depois de a professora nos fazer inúmeras recomendações, dividimo-nos em grupos, e como já éramos crescidinhos, partimos a explorar o jardim, cada qual para seu lado.
Todavia, um dos grupos não seguiu os conselhos da professora e algo de desagradável aconteceu.
O grupo do Márcio, do Marcelo e do David Belchior foi ver o espectáculo dos golfinhos. O Márcio aproximou-se demais e, sem querer, caiu no aquário dos golfinhos. O Marcelo e o David ficaram a rir muito. O Márcio saiu da água com ajuda dos tratadores dos golfinhos. Quando o grupo estava a sair, estava o meu a entrar, enquanto víamos o Márcio todo encharcado.
Eles continuaram a andar mas, de repente, o Marcelo foi ver a jaula dos tigres, sem avisar ninguém, e separou-se do seu grupo. O Márcio e o David continuaram a andar.
- O Marcelo? – perguntou o Márcio, já seco.
- Marcelo! Marcelo! Marcelo! – gritou o David
O Márcio disse que ia procurá-lo. O David viu uma placa que dizia «CROCODILOS» e foi ver. Todos eles, o Márcio, o Marcelo e o David ficaram desencontrados.
Pelo caminho, o Márcio encontrou a professora Lígia.
- Ó Márcio, o teu grupo? – perguntou a professora.
- O meu grupo está desencontrado! – respondeu o Márcio – O Marcelo perdeu-se e o David está ali ao fundo à minha espera.
A professora Lígia foi com ele à procura do Marcelo.
Quando o descobriram, tinha sido o David quem se tinha desencontrado.
Mas ouviram uma buzina familiar, que era por uma palhinha. Era o David.
A professora pegou no David e ralhou com ele por ter fugido do grupo.
No final, e depois de o grupo estar reunido, todos estavam mais calmos. Tudo não tinha passado de um valente susto.
Sebastião Barata, nº20- 6ºD

Uma visita ao ZOO

A viagem decorreu sem percalços. Finalmente, chegámos ao Jardim Zoológico de Lisboa. A nossa visita tinha como objectivo conhecer alguns dos animais de que nos falavam as fábulas.
Depois de a professora nos fazer inúmeras recomendações, dividimo-nos em grupos, e como já éramos crescidinhos, partimos a explorar o jardim, cada qual para seu lado.
Todavia, um dos grupos não seguiu os conselhos da professora e algo de desagradável aconteceu.

Depois de chegarmos ao Jardim Zoológico e de a professora nos dar as recomendações, fomos explorar o Jardim Zoológico.
Fomos andando, andando, até que o meu grupo decidiu ir ver os leões. Por engano, entrámos dentro da jaula dos leões. A dada altura, os meus colegas começaram a dizer:
- Onde estamos?!
- Onde estamos?!
- Onde estamos!? – E o chefe do grupo respondeu:
- Não sei, mas acho que estamos completamente perdidos.
Fomos andando, até que encontrámos um leão. Tivemos sorte, pois ele estava a dormir… Então, virámos para trás sem fazer barulho, para que o leão não acordasse.
Mas de repente … truck!!!!!! Alguém tinha pisado um pau e o leão acordou. Imediatamente nos metemos a correr e a gritar, até que encontrámos a saída e, ao sairmos, fechámos a jaula para que o leão não viesse cá para fora. Foi então que apareceram todos os grupos, e também a professora, que andavam à nossa procura.
Levámos um grande ralhete da professora, mas o importante é que estávamos a salvo.

No final, e depois de o grupo estar reunido, todos estavam mais calmos. Tudo não tinha passado de um valente susto.
Miguel Lino, nº14 - 6ºD
O texto do Nuno:

Eu e mais quatro amigos fomos visitar o Jardim Zoológico e, durante essa visita, o Ricardo e o Rui afastaram-se sem nenhum de nós dar por isso
- Olha! Queres ir ver os macacos? – perguntou o Rui.
- ‘Bora lá! – exclamou o Ricardo todo entusiasmado.
- Eles são pequenos, mas são fortes! –admirou-se o Ricardo.
- Pois é! Já viste como se empoleiram nos ramos! – perguntou o Rui.
Ao aproximarem-se da “aldeia dos macacos” debruçaram-se sobre o muro e caíram. Os macacos, assustados, esconderam-se:
- Para onde é que eles foram?! – indagou o Rui.
- Não sei! –respondeu o Ricardo
Entretanto, o resto do grupo e eu demos pela falta do Ricardo e do Rui e pusemo-nos de imediato à procura de ambos.
Ao fim de alguns minutos, já todos estávamos desesperados e bastante preocupados com o desaparecimento dos dois amigos. De repente, lembrámo-nos que os dois gostavam muito de macacos.
- Será que eles foram à “aldeia dos macacos”? – perguntei.
- És capaz de ter razão! Vamos lá espreitar… - disseram o Miguel e o David.
Quando chegámos, lá estavam o Rui e o Ricardo caídos no chão, mesmo juntos aos macacos, sem saber como é que haviam de sair dali. Assim que nos viram, puseram-se aos gritos:
- Ajudem-nos a sair daqui! Chamem alguém para nos tirar daqui! – gritavam os dois.
Apressámo-nos então a chamar um funcionário do zoo:
- Meu senhor?! – chamámos ao mesmo tempo o funcionário, assim que o vimos!
- Sim! O que se passa? – perguntou o senhor.
- Os nossos amigos caíram na “aldeia dos macacos”! – dissemos, aflitos.
- Mas como é que eles caíram naquele local se é um recinto fechado com uma rede?! – perguntou o senhor muito admirado.
- Não sei, mas venha depressa porque nós achamos que eles estão com um bocadinho de medo! – exclamei.
-Vamos lá então ver o que se passou! – disse o senhor.
E lá fomos todos ter com o Rui e com o Ricardo.
- Ah! – disse o senhor, ao ver o local onde os dois amigos tinham caído. - Lá está a rede toda estragada! Parece impossível, isto não devia acontecer!
Ao dizer isto, colocou uma escada dentro do recinto e retirou os dois amigos de lá.
- Que alívio! – disseram ambos – Estávamos já com um bocadinho de medo dos macacos, apesar de gostarmos bastante deles!
- Agora, para vos compensar deste “acidente”, vou ser o vosso guia para visitarem o resto do zoo e vou pagar-vos o lanche! – disse o senhor.
-Fixe! – gritámos em coro.

No final, e depois de o grupo estar reunido, todos estavam mais calmos. Tudo não tinha passado de um valente susto.

Nuno Roberto, nº15 – 6ºD
Uma Aventura no Zoo


A viagem percorreu sem percalços. Finalmente, chegámos ao Jardim Zoológico de Lisboa. A nossa visita tinha como objectivo conhecer alguns dos animais que nos falam as fábulas.
Depois de a professora nos fazer inúmeras recomendações, dividimo-nos em grupos, e como já éramos crescidinhos, partimos a explorar o jardim, cada qual para seu lado.
Todavia, um dos grupos não seguiu os concelhos da professora e algo de desagradável aconteceu.
O grupo do David F., Miguel, Ricardo, Sebastião e João Pedro dividiu-se em três grupos. O David e o Miguel vieram ter com o meu grupo (Márcio, Chuang, eu e Yann) e disseram:
- O João ficou preso dentro de uma jaula de um leão e o Ricardo e o Sebastião foram raptados por um canguru.
Então o Márcio disse:
- Temos de os ir salvar!
- Mas como??? - perguntámos eu, o Yann, o Miguel, o David e o Chuang ao mesmo tempo.
- Também não sei. Mas o leão esta a dormir, não é?
- Sim – respondeu o Miguel.
Então nós fomos tirar o João dali e ele agradeceu-nos.
Depois fomos à procura do Ricardo e do Sebastião.
A certa altura apercebemo-nos que já estava a ficar tarde e começámos a correr para os encontrar mais depressa. Por fim, encontrámo-los e tirámo-los de lá, trocando-os por dois bebés cangurus. Eu acho que o canguru os confundiu com os seus filhos…
Quando estávamos todos salvos, ouvimos um barulho e olhámos para trás. Ficámos com medo porque estávamos a ser seguidos por um gorila e começámos logo a fugir.
Por fim o gorila escorregou numa banana e tivemos tempo para fugir.
Finalmente fomos ter com a professora e com os outros grupos, e eu disse:
- Grande aventura!
- Sim! –concordaram os outros.
No final, e depois de o grupo estar reunido, todos estavam mais calmos. Tudo não tinha passado de um valente susto.
Bohdan Havrylyuk, nº 3- 6ºD

8 comentários:

Inês disse...

olá professora!!!

O blog está muito giro.

Eu venho ca todos as semanas mas nao comento. Esqueço-me.

Ate amanha!!

Ines 6ºD

Lígia disse...

Olá Inês, fico contente por saber que me visitas aqui neste jardim. Quando de lembrares, deixa comentários, opiniões sobre trabalhos, responde aos desafios, ou alguma sugestão. Vale tudo!
Um beijinho e aparece sempre.

beatriz da branca disse...

Olá professora!

Estou a ver que os seus alunos do 6ºano já elaboraram o episódio, tal como o 6ºB fez o ano passado. Penso que os textos estão muito criativos e felicito os 'escritores de palmo e meio' (bem sei que são da minha altura ou um pouco mais baixos).

Adeus e até à próxima.
Beijinhos,
Beatriz da Branca

Lígia disse...

Viva Beatriz! Ena! Isto hoje é uma festa de visitas de alunas do ano passado... A Patrícia (que está na Bordalo Pinheiro este ano) também acabou de passar por aqui.É o reencontro do meu ex- 6ºB! Obrigada pelo teu comentário e pelos parabéns aos mais novos...
Beijinhos
Lígia

Anónimo disse...

Olá professora!!!

Os seus alunos têm uns textos muito engraçados e bastante criativos!!!!!Muitos parabéns!!!!Tou a ver que tem uns alunos muito aplicadinhos!!!!!

Bom fim de semana!!!!

Beijinhos,

Sofia Schön

Lígia disse...

Olá, Sofia! Estou de acordo contigo. Todos os anos tenho alunos bastante aplicados e interessados e isso é muito gratificante para um professor. A tua turma do ano passado também era óptima em termos de interesse, motivação e vontade de responder aos desafios.Deixou-me saudades e é um grande prazer continuar a ver-vos por aqui. Um beijinho grande e bom fim-de-semana também para ti.
Lígia

Miguel Lino disse...

Olá professora hoje vim cá para ver se encontrava qualquer coisa para estudar, visto que amanhã temos teste.
Miguel Lino 6.ºD 14.

Lígia disse...

Olá Miguel!
E então, encontraste? Fizeste os exercícios do Ulisses? Então já que estás preparado, podes entreter-te a ler outras coisas do blog- textos dos teus colegas do 5º ano, por exemplo. E deixar a tua opinião também...
Até amanhã, pela manhãzinha e com a cabeça fresca...: )