Calendário de Abril


E vêm as crianças e os relvados

Abrir de Abril os cortinados


Troca o pensamento por um canto

E por uma alegria inesperada


Os grilos não suspeitam que o seu cantar

Despertará nas crianças o desejo de os prender


Árvore, sacia-te de sol

Até à plenitude dos teus frutos


Amadura agora de verde denso

Esperança nova de cada árvore


Maria Alzira Machado

4 comentários:

Anónimo disse...

olá professora boa noite este "calendário de Abril" está muito giro e muito bem escrito e quem escreveu fez um poema alegre alusivo ao mês de Abril. Adeus professora tenha uma boa noite de descanso. Bjs Margarida!!!

Lígia disse...

Olá, Margarida! Pois é, já sei que és uma amante de poesia. Fazes bem! É um excelente alimento para o espírito. Amanhã há poesia na Biblioteca Municipal das Caldas. A entrada é livre. Se quiseres e puderes, aparece.Beijinhos e boa noite também para ti.
Lígia

Beatriz da Branca disse...

Olá professora!

Acho que este 'calendário de Abril' está muito engraçado e interessante!

Pode ser que me dê um pouco de inspiração para escrever outro poema...

Bjs,
beatriz da branca

Lígia disse...

Fico à espera...
Beijinhos
Lígia