Concurso «Uma aventura... literária 2008»



O Naufrágio do 24 de Março

Era uma vez uma família, a família Guimarães, que tinha como hábito, no dia dos aniversários e feriados, ir andar de barco.
No dia 24 de Março era dia do aniversário da Rita, a mais nova da família, e foram andar de barco como planeado. A Rita e a sua amiga Maria estavam com enjoos e disseram ao pai:
- Na meteorologia disseram que ia haver chuva intensa e temperaturas muito baixas!
- Oh! A meteorologia nunca acerta e se algo acontecer ligamos para a Polícia Marítima – disse o Sr. João muito confiante.
Continuaram a viagem e começaram a aparecer nuvens negras no céu. O pai da Rita, que não gostava nada da meteorologia, continuava a insistir:
- Ah, isto não é nada! Vão ver que já desaparece. E além disso, estamos quase a chegar!
As nuvens começavam a ficar cada vez mais negras, cada vez mais espessas, e o Sr. João, já com algum receio, disse:
- Vamos voltar para trás e esta é a primeira vez que dou importância à meteorologia!!!
Exactamente no momento em que o Sr. João acabava de proferir estas palavras…CABUUUM!!!! um trovão enorme assusta a Rita e a Maria que começaram logo a chorar.
- Todos para a cabine! - gritou a D. Inês, a mãe.
Um vento fortíssimo começa a balançar o barco e toda a família Guimarães e a amiga Maria desmaiam com os solavancos do barco…
Mais tarde, a Maria acordou numa ilha desconhecida e começou a gritar:
- RITA?! SR. JOÃO?! D. INÊS?! ONDE ESTÃO? - Já desesperada, a Maria olhou para o mar e ao ver a Rita afogar-se foi em seu socorro.
- Quem és tu? Onde estou? Quem sou eu? O que se passa? Como vim aqui parar? – perguntava a Rita entontecida.
Pois! A Rita estava com amnésia. Então a Maria tentou esclarecê-la e disse:
- Eu encontrei-te, sou a tua amiga Maria. Hoje é o dia do teu aniversário, naufragámos aqui e não sei dos teus pais…
Nesse momento, a Rita lembrou-se de tudo e disse:
- Ah, não sejas parva, vamos mas é procurar os meus pais e, já que estamos aqui, vamos mas é explorar a ilha!!
A Maria e a Rita foram encontrar o Sr. João a construir um telhado com folhas de palmeira e madeira encalhada e a D. Inês a colher fruta e sementes para o jantar. Ao verem aquilo, pensaram logo:
- Eles fazem isto como profissionais!
- De certeza que são os meus pais? – perguntou a Rita.
- Estúpida! Mas é claro que são os teus pais! – respondeu a Maria com ar de brincadeira.
Passado algum tempo, aproximaram-se e…
- Ah! – gritaram em coro. – Não eram os pais da Rita, mas sim uns macacos com roupa vestida que se assustaram com o grito delas.
Foram dar com os pais da Rita, os verdadeiros, noutra praia, e começaram fazer uma fogueira, aproveitando os telhados dos macacos e as sementes.
O pai, o Sr. João, foi à caça e a Maria foi pescar, enquanto a D. Inês e a Rita procuravam qualquer coisa para avivar o fogo da fogueira.
O Sr. João trouxe três javalis, cinco veados e duas galinhas. Com a pele dos veados e as penas das galinhas fizeram roupas, cobertores e tapetes. A Maria foi tomar banho ao mar e apanhou berbigões e algas, a alface-do-mar. E assim se passaram os meses…
Quando já estavam habituados à ilha, o Sr. João encontrou um rádio transmissor e uma torre. Assim, puderam chamar ajuda e foram resgatados.
Finalmente, na localidade onde viviam, abriram um restaurante, Os Sabores da Ilha. E todos os dias organizavam viagens à ilha onde tinham naufragado, de onde traziam os ingredientes para o restaurante. E quem era o capitão do navio, mais tarde tornado cruzeiro? O Sr. João, claro! Mais conhecido por Capitão João.

Flávia Salgueiro, nº 9 – 6º B

6 comentários:

Beatriz da Branca disse...

Olá!!!

O texto está muito giro!

Parabéns!!!


Bjs,
Beatriz da Branca

Anónimo disse...

ola professora dê os parabéns a todas as uas queridas alunas que participaram no concurso literário (o 6ºB)


laura carreira

Lígia disse...

Olá, Laura! Pois claro que estão todas de parabéns! Também podias ter participado...
Beijinhos e...
Bom fim-de-semaaaaaana!
Lígia

Anónimo disse...

Olá professora!!!!!

Hoje aproveitei a tarde livre para dar uma espreitade-la ao blog....
E achei que o texto da Flávia estava muuuuuuiiiiito giro!!!

Inês Marques
2008.04.10

Inês Marques disse...

Olá :D

Bem, há TANTO tempo que não vinha cá comentar e visitar os trabalhos dos alunos ! Sim, realmente a última vez que vim foi apenas há 2 anos :b !

Estão de facto maravilhosos e recordo com saudade o meu texto 'Uma Viagem ao fundo do Mar' :) !

Bjs de saudades e boa continuação no seu trabalho :) !


PS: Professora, insentive os seus alunos a continuarem a investir no Blog com os seus trabalhos, que cá darão bom fruto e eles crescerão com isso !

Inês Marques (antigo 6ºB de 2008)

Lígia disse...

Olá Inês!

Foi com um enorme prazer que vi hoje o teu comentário! Como estás? Certamente continuas a ser uma aluna interessada e muito aplicada. Como deves ter reparado, o blog está parado este ano, por vários motivos, mas essencialmente porque implica bastante trabalho e dispêndio de horas, e como não tive horas para trabalhar nele...olha está "de férias" até melhores dias... Digamos que vai sobrevivendo de um ou outro comentário que gente simpática como tu por aqui vai fazendo.
"Aparece" sempre que queiras. É bom saber que os nossos ex alunos não nos esquecem.
Um beijinho grande e felicidades para ti.
Lígia