Ainda as Fábulas...

O Leão e o Rato

Um leão estava a dormir no seu covil em certa tarde de Verão, quando um rato lhe passou por cima do focinho e o acordou. O leão rosnou furioso, e já ia esmagar o rato com a pata enorme quando:
- Oh, poupai - me, senhor- guinchou o rato.- Na verdade eu não mereço ser morto. Não vos fiz mal... e também não presto para comer.
O leão tornou a rugir, ensonado.
- Além disso - continuou o rato-, se me poupardes agora, talvez um dia possa fazer qualquer coisa por vós.
O leão rugiu uma enorme gargalhada, mas levantou a pata e o rato escapou-se a correr.
Passado algum tempo, o leão andava a caçar na floresta quando caiu numa ratoeira. Os caçadores tinham estendido uma grossa corda ligada a uma rede, no caminho por onde o leão costumava passar, de maneira que, quando o leão tropeçou na corda, a rede caiu-lhe em cima e fechou-se, deixando-o preso até ao dia seguinte.
O leão deu voltas e sacudiu-se , e arranhou e mordeu a rede, mas quanto mais lutava mais preso ficava nela. Por fim não podia nem mexer-se. Sem qualquer esperança de fuga, começou a rugir, a sua voz ecoou em todos os recantos da floresta.
Mas aconteceu que o rato também saíra para caçar nessa noite. É claro que depressa reconheceu a voz do leão e correu logo para o sítio onde ele estava. E vendo o que se passava, disse:
- Não vos preocupeis, senhor, eu tiro-vos daí num instante. - Começou a roer e a mordiscar as grossas malhas da rede. Passado pouco tempo, o leão já tinha as patas da frente de fora; depois a cabeça;a seguir, as patas traseiras; por fim a a cauda.
O rato tinha feito qualquer coisa pelo grande leão, conforme prometera. De facto salvou-lhe a vida.

Fábulas de Esopo, Versão de Ricardo Alberty

1. Achas que se pode retirar alguma lição importante desta fábula? Qual?
2. Dos provérbios que se seguem, escolhe os que te parecem mais adequados à moralidade desta fábula.

a). As aparências iludem.
b). Vozes de burro não chegam aos céus.
c). Faz bem e não olhes a quem.
d). Devagar se vai ao longe.
e). O prometido é devido.

5 comentários:

BEATRIZ DA BRANCA disse...

Olá professora!

1 - Sim. «Não duvides de quem te pode ajudar».

2 - e).

adeus!!!

Anónimo disse...

Olá professora,resolvi fazer dos desafios:

1)Sim.Não julgues as pessoas pela apalência pois o rato mesmo pequeno ajudou o leão a sair da rede.(Acho que nunca mais chamarei minorca ao Miguel)

2)"As apârencias iludem."

Beijos, Ana Mendes

Sofia Schön disse...

Olá professora!

1-Sim.Não se deve julgar quem um dia nos poderá salvar.

2-«O prometido é devido.»


ADEUS

Lígia disse...

Qualquer dos provérbios se pode aplicar aqui. E ainda há um terceiro...

Marcelo,YANN,Rui disse...

1.Sim.Porque todas as fábulas tem lições de moral.
2.a)c)e e)